Mato Grosso, 18 de Abril de 2014 - 01:31:33

Editoriais


Enquete


Notícias

Lojas de Eletrodomésticos lideram ranking de reclamações do Procon

20/03/2012 11:43

O ranking dos fornecedores que menos atendem aos consumidores é o mais preocupante

Da Redação

No dia 15 de março – Dia Mundial do Consumidor – o Cadastro de Reclamações Fundamentadas em 2011 de Mato Grosso foi apresentado à população. A divulgação do Cadastro Anual de Reclamações Fundamentadas atende o artigo 44, do Código de Defesa do Consumidor. Os dados constantes no cadastro são resultados do trabalho dedicado e de excelência realizado pelos servidores do PROCON Estadual nas reclamações arquivadas no período de 01/01/2011 a 31/12/2011.

A rede de lojas City Lar liderou o ranking das empresas mais reclamadas seguido pela Samsung Eletrônica da Amazônia LTDA., LG Eletronics e 14 Brasil Telecom Celular S/A, entre outras. Confira a lista completa no site www.procon.mt.gov.br.

Em 2011 a área de produtos (móveis, eletrônicos e vestuário, dentre outros) foi a que registrou maior número de reclamações fundamentadas (63,7%); seguida por serviços essenciais (telecomunicações e energia elétrica, saneamento básico, dentre outros) com 18,1%, assuntos financeiros (bancos, seguradoras, financeiras), com 12,6%, serviços privados ( internet, TV por assinatura e Instituições de ensino) com 5,4% e saúde ( planos de saúde regulamentados, planos odontológicos e assistência médica e odontológica) com 0,3%.

Problemas mais reclamados: A cada assunto reclamado constatamos que o maior problema está no cumprimento da garantia dos produtos com 32%; nas cobranças indevidas realizadas tanto pela telefonia celular e fixa, bem como pelos cartões de crédito com 21%, produto entregue com danos/defeitos com 17%, falta de peça de reposição com 7% e recusa injustificada em prestar serviço com 3%.

O ranking dos fornecedores que menos atendem aos consumidores é o mais preocupante. Mesmo acionados juntos ao PROCON não atendem as reclamações dos consumidores, fazem a opção por receber sanções administrativas, tal como multas, são eles: em primeiro lugar, Lojas Americanas, seguida pela Visanet Brasil, Casa Bahia, LG Eletronics, HSBC Bank Brasil, dentre outros.

O total de atendimentos para consultas, orientações e queixas no ano passado pelo Procon-MT foi de 13.122 atendimentos no SINDEC, sendo a maioria resolvido pela carta de informações preliminares – CIP, que corresponde ao tipo de atendimento pelo qual é enviada uma carta para o fornecedor resolver o problema, antes mesmo da abertura da reclamação. Trata-se de uma forma mais célere de solucionar os conflitos, cujo prazo médio para resolução é de 30 dias.

Em 2011, constatamos 93% de reclamações fundamentadas atendidas, ou seja, em 93% do que é registrado como reclamação ocorre acordo entre as partes. Êxito que deve ser comemorado graças às corretas determinações e técnicas conciliatórias eficazes praticadas nas audiências realizadas pelo órgão de proteção e defesa do consumidor.

“Em 2010 o total de reclamações fundamentadas atendidas era de 81,48% revelando um aumento da nossa capacidade de resolver conflitos entre fornecedores e consumidores, mesmo nas demandas de maior complexidade”, explica a Superintendente do PROCON, Dra. Gisela Simona Viana de Souza.

Para mais informações procure o Procon Estadual, localizado no Edifício Eldorado Executive Center (Av. do CPA, nº 917, bairro Araés) e aberto de segunda a sexta-feira das 12h às 18h. Os telefones do órgão para informações ou esclarecimentos são 151 e 3613-8500.


Categorias

 Economia 
Correio Várzea Grandense / Correio Press - Av. Eurico Gaspar Dutra, Quadra 41, Lote 01, Sala 01. Jardim Aeroporto - Várzea Grande - Telefone: (65) 3684-0034

Fone: (65) 3684-0034 / (65) 3694-2838