Cartão-Creche é nova aposta do governo para contemplar crianças de Brasília

Com o início de 2020, muitas propostas diferentes estão surgindo com o intuito de suprir algumas necessidades sociais recorrentes. Em Brasília, o déficit que pode ser solucionado através de uma proposta do Governo é o acesso a educação infantil de maior qualidade, o que será possível através do cartão-creche.

A proposta é uma novidade desse ano e separamos informações exclusivas para explicar o funcionamento do novo benefício proporcionado pelo Governo de Brasília. Veja mais a seguir:

Os programas sociais surgem a partir de uma necessidade recorrente em determinada região. Na maioria das vezes, esses programas acontecem em larga escala, contemplando brasileiros que moram em diferentes estados.

Em Brasília, o governador Ibaneis Rocha trouxe a proposta do cartão-creche, visando modificar o cenário da educação no estado. O que tem feito muita gente se questionar em relação aos programas sociais já existentes, como é o caso do Bolsa Família.

As dúvidas dizem respeito a própria transferência de renda do programa, afinal, a criação do cartão-creche estará alterando o valor do Bolsa Família em 2021? Bem, é necessário entender de onde vem a verba para essa nova proposta e como ela será distribuída para esclarecer essa dúvida.

De acordo com o próprio Governador, a proposta consiste em modificar a forma de investimento referente a educação.

Os cofres públicos direcionam um valor determinado para ser gasto com cada criança dependente de creche que representa cerca de R$800 por mês.

Esse valor é pago de forma única para a Secretária da Educação, responsável pelo acolhimento dessas crianças que dependem desse sistema de atendimento.

Portanto, a proposta é de que esse valor seja dado aos pais através do cartão-creche, de forma que os mesmos possam optar pela melhor instituição particular que estiver dentro desse orçamento.

Com essas informações, podemos verificar que, assim como o cartão do material escolar, esses benefícios não influenciam diretamente no pagamento do Bolsa Família.

No geral, as dúvidas são atribuídas a relação dos requisitos necessários tanto para o Bolsa Família quanto para o cartão-creche, mas vale a pena ressaltar o direcionamento de cada recurso.

A expectativa é que cerca de 5 mil crianças passem a ser contempladas pelo serviço do cartão-creche e que a medida possa, a longo prazo, melhorar o cenário educacional.

A faixa etária prevista contempla crianças de até 3 anos e 11 meses e quem reside no Distrito Federal poderá estar se inscrevendo para o programa este ano, pois o mesmo teve início em janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *